Na Semana da Mulher: Shelly-Ann Fraser-Pryce

Shelly-Ann Fraser-Pryce, OD (nascida o 27 de dezembro de 1986) é uma corredora jamaicana especializada nos 100 m. Nascida em Kingston, Jamaica, Fraser é a atual campeã olímpica em 100 m, com um tempo de 10.78. Campeã mundial de 100 m em 2009 é a segunda mulher que teve simultaneamente o título mundial e o olímpico pelos 100 m (depois de Gail Devers), e está empatada com Christine Arron como a quarta mulher mais rápida na história nos 100 m. Assistiu à Wolmer’s High School for Girls e representou a sua escola em muitos eventos atléticos.

Olimpíada de Pequim 2008
Fraser, quem se treinou para a Olimpíada com seu colega de equipe Asafa Powell, converteu-se na primeira jamaicana da história em ganhar a medalha olímpica de ouro nos 100 m. Na primeira ronda ficou em primeiro lugar, com um tempo de 11.35 e passou à segunda ronda. Aí melhorou seu tempo a 11.06 segundos, ficando em primeiro lugar de seu une. Nas semifinais Fraser voltou a terminar em primeiro lugar, derrotando a Kerron Stewart e Muna Lee em 11.00 segundos.

Na final as três primeiras posições foram ocupadas por jamaicanas, com um empate fotográfico pelo segundo lugar entre Sherone Simpson e Kerron Stewart. (Ambas receberam medalhas de prata; não se entregou medalha de bronze.) O tempo de Fraser, de 10.78 segundos foi uma marca pessoal e superou em 0.20 segundos a suas colegas jamaicanas. O tempo olímpico de Fraser foi o segundo lugar na história dos 100 m jamais conseguido por uma jamaicana, tão só 0.04 segundos (1/25 de segundo) por trás do recorde de Merlene Ottey, de 10.74 segundos.

Junto com Sheri-Ann Brooks, Aleen Bailey e Veronica Campbell-Brown, Fraser participou nos 4 x 100 m. Em sua primeira ronda, Jamaica ficou em primeiro lugar frente a Rússia, Alemanha e China. O tempo de Jamaica, 42.24 segundos foi o melhor logrado por uma das dezesseis nações participantes. Com este resultado, Jamaica qualificou para a final, substituindo a Brooks e A Bailey com Simpson e Stewart. Jamaica não terminou a carreira devido a um erro no traspasso do estafeta.

Campeonato mundial de Pequim 2009
Fraser se levou o título jamaicano dos 100 m em junho de 2009, ganhando com um recorde mundial de 10.88 seg. contra um forte vento em contra (−1.5 m/s). Isso a converteu na qualificadora número uno para o Campeonato Mundial 2009. Fraser o aproveitou a fundo, resistindo contra um impulso tardio (e recorde pessoal) de seu compatriota Kerron Stewart, quem teve um arranque lento, ganhando por uma centésima de segundo com um tempo de 10.73. – o quarto lugar na história do evento e um recorde nacional para Jamaica.

Posteriormente correu na segunda etapa da equipe jamaicano 4x 100 m. Fraser derrotou a importantes atletas como Chandra Sturrup das Bahamas, Anne Mollinger de Alemanha e A Kelly-Ann Baptiste de Trinidad e Tobago, com uma exitosa entrega do estafeta a Aleen Bailey. A equipe jamaicano eventualmente ganhou a medalha de ouro com um tempo de 42.06 segundos, a Bahamas ficou com a medalha de prata e Alemanha com a de bronze.

2010: Fora da pista
Fraser foi nomeada como a primeira Embaixadora nacional de boa vontade de UNICEF para Jamaica 22 de fevereiro. O 23 de fevereiro foi nomeada Embaixadora de boa vontade para a paz de Grace para 2010 em aliança com Grace Foods e a organização sem fins de lucro PALS (Peace and Love in Society). O 23 de maio, na reunião em Shanghái da Une Diamante da IAAF, Fraser deu positivo com uma substância proibida depois de usar um medicamento para a dor dental. Em outubro de 2010 foi suspendida por seis meses.

Agregar Comentário