Culinária

A história da Jamaica é também contada por sua cozinha. Antigamente produzida pelos Arawaks, a mandioca é hoje usada no bammie, uma espécie de beiju torrado comido com peixe. Os Maroons desenvolveram uma maneira especial de temperar e cozinhar o porco de forma bem lenta,  que eles chamaram de jerking; hoje o visitante aprecia também os “jerks”de porco, de frango e de carne. Para alimentar bem e de forma mais barata os escravos foi trazido o inhame  da África e  fruta-pão foi  dos mares do  Pacifico Sul.

Para preservar carnes e peixes, os jamaicanos passaram a adicionar a elas pimentas e especiarias. Foi assim que temperos exclusivos como o famoso molho Pickappeppa foram criados. O prato nacional é jamaicano é a ackee com peixe salgado, suavemente temperados. O ackee, originário da África ocidental, é consumido quase  exclusivamente por jamaicanos. Os indianos e os chineses introduziram as influências do curry e do macarrão no cardápio nacional, e a moderna Kingston oferece até restaurantes com especialidades culinárias do Líbano e da Coréia. Os três séculos de domínio britânico garantiram a tradição dos assados e guisados; os pratos populares entre os americanos, como os hamburgers  e a pizza agora podem ser encontrados em toda a ilha.

Frutas tradicionais e exóticas são abundantes na ilha, e incluem a manga, o abacaxi, as frutas cítricas, o mamão, a banana, o jambo e a graviola que são consumidos frescos, ou combinados em sobremesas como na “matrimony”, uma salada de frutas regada a leite condensado.

One thought on “Culinária

Agregar Comentário